NOTÍCIAS

Aqui você acompanha notícias com
as novidades dos projetos, os acontecimentos mais recentes e
as iniciativas em prol dessa causa de amor. ❤

Atletas paralímpicos refugiados venezuelanos participam das Paralimpíadas Escolares 

As competições desta etapa regional são realizadas entre os dias 9 e 12 de agosto, em Brasília-DF

Por Taemã Oliveira, assessoria de comunicação FSF 

Os adolescentes Jorge Alejandro Alvarez Tortoledo e Jhonny Jesus Rivas Ascanio, com 12 e 16 anos respectivamente, são refugiados venezuelanos e participam, entre os dias 9 e 12 de agosto, da etapa regional das Paralimpíadas Escolares realizadas em Brasília, DF. Os jovens são acolhidos do Projeto Brasil, um coração que acolhe, da Organização humanitária Fraternidade sem Fronteiras (FSF), em Boa Vista – RR. Eles vão competir nas modalidades de natação, atletismo e basquete. 

“É visível o entusiasmo e a autoestima dos meninos depois da prática esportiva. A equipe do Centro de Acolhimento Pricumã se alegra muito com as conquistas dos acolhidos”, enfatiza Juliana Ribeiro, gestora de proteção do centro de acolhimento Pricumã, da FSF, que acompanha as famílias. 

Jorge e Jhonny são alunos da rede pública de ensino e são atendidos por programas estaduais e municipais de incentivo à prática esportiva por crianças e adolescentes deficientes físicos. Eles vivem com as famílias no Centro de Acolhimento Pricumã, de gestão da FSF, em parceria com a Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) e a Operação Acolhida, resposta do Brasil à crise humanitária venezuelana. 

O Exército Brasileiro, o ACNUR, a Fundação AVSI e a Fraternidade sem Fronteiras uniram esforços para tornar a viagem possível, proporcionando doações em material, roupas, calçados e uma ajuda de custo. Caso se classifiquem, os alunos vão representar o estado de Roraima na etapa nacional que será realizada em novembro. 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Categorias

Gostou e se interessou por alguma? Venha fazer parte!